PORTAL GOLEADA
NOTÍCIAS DO FUTEBOL BRASILEIRO

Pikhalyonka no Palmeiras? Dirigentes de clube ucraniano abrem o jogo

Jogador ucraniano é avaliado em 5 milhões de euros, segundo o Transfermarkt

A diretoria do Palmeiras vem trabalhando para reforçar o elenco comandado por Abel Ferreira e um ucraniano é apontado como alvo para a temporada de 2024. Trata-se do meio-campista Oleksandr Pikhalyonok, de 26 anos, que pertence ao Dnipro-1, da Ucrânia.

A notícia do suposto interesse do Verdão no jogador surgiu na Ucrânia. O site ‘Sport’, do país, entrou em contato com dois dirigentes do Dnipro-1, que abriram o jogo sobre a possibilidade de negócio.

Veja também

“O comentário é muito simples. Ainda não temos oferta do Palmeiras, bem como de quaisquer outros clubes em relação ao Pikhalyonka”, respondeu Andriy Rusol, que é o diretor geral do Dnipro-1, ao site ‘Sport’.

Já Vyacheslav Fridman, que é diretor comercial do clube ucraniana, respondeu: “E quais contatos houve com os agentes ou representantes do Palmeiras?” Olha, não tínhamos nada. Ouvimos falar disso ontem. O agente Avdysh ainda não foi contatado, portanto não podemos dizer nada. Se surgir uma oferta, pensaremos nisso. Até agora, não existia tal opinião”.

Oleksandr Pikhalyonok tem contrato com o Dnipro-1 até 30 de junho de 2025 e é avaliado em 5 milhões de euros (cerca de 26,7 milhões de reais na cotação atual), segundo dados do Transfermarkt, que é especializado em transferências do futebol.

Conheça o novo alvo do Palmeiras

O meio-campista é titular absoluto do Dnipro-1 e na atual temporada soma 23 partidas, quatro gols e quatro assistências. Oleksandr Pikhalyonok também atua na seleção da Ucrânia, em que tem um total de oito jogos disputados.

Pikhalyonok foi revelado pelo Shakhtar Donetsk e fez sua estreia como profissional na temporada 2016/17. Ele chegou a ser emprestado ao Mariupol. O meio-campista está em sua quarto ano defende as cores do Dnipro-1.

Veja mais

Clique aqui e acompanhe as principais notícias do seu time no ‘Portal Goleada’

Comentários estão fechados.